Esporte e Educação,  um caminho para cidadania

January 16, 2018

 
     Após três anos de projeto  continuado de Pré Tenis numa escola  da região metropolitana de SP  executado pelo Instituto CADES em  metodologia e profissionais , mensurou-se    crescimento de 16%  no índice de conhecimento alfabético dos alunos dos primeiros anos em  relação aos anos que as crianças não tinham nenhuma prática esportiva aliada ao projeto pedagógico curricular  da escola, como refere PAES e BALBINO, 2009, sobre a importância dessa complementaridade. 

     Claro que não podemos atribuir esse crescimento  somente à prática esportiva ,  mas a um conjunto  de fatores que interferem diretamente na aprendizagem. Além dos aspectos motores, a iniciação esportiva pode ensinar valores éticos, sociais e morais.
     As bases teóricas , referem que as atividades físicas têm uma relação estreita com a construção da inteligência aumentando a formação  de sinapses que promovem o ganho cognitivo nesta fase em que o cérebro tem uma plasticidade muito grande;  já  as práticas  esportivas contribuem  solidamente com o desenvolvimento infantil  de forma interdisciplinar.
     Sabemos que em tempos digitais, é comum vermos as crianças passarem horas praticando esportes somente com os dedos! Parece engraçado, mas é uma realidade e uma preocupação dos educadores, que por um lado conhecem a base teórica e a importância das atividades físicas, porém na formação de professores, não há uma preparação específica que dê suporte e segurança para  que trabalhem essas atividades sem  receios de prejudicar o desenvolvimento corporal dos pequenos,  o que muitas vezes acaba reduzindo a educação física que compõe  a grade curricular na educação fundamental,  à brincadeiras e atividades livres, quando acontecem.
     Podemos inferir    no caso específico desta escola ,   que o avanço  no  processo de alfabetização desses alunos ,conhecimento este que conseguimos mensurar nessa faixa etária, teve relação direta com as atividades físicas;  podemos ainda afirmar  que o ganho cognitivo  atingiu outras áreas  do desenvolvimento global de forma interdisciplinar , pois as atividades esportivas para além de ter contribuído com o desenvolvimento   da consciência corporal, espacial e temporal, estimulou a transição do comportamento de autossatisfação,  rumo a socialização, uma vez que  também explorou   conteúdos atitudinais, melhorando o comportamento e a disciplina dos alunos.
     A prática esportiva,  trata-se ao nosso ver , de uma estratégia   facilitadora do desenvolvimento biopsicossocial do ser humano, com o diferencial e a excelência de falar a linguagem lúdica das crianças! 


 REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

  • PAES, R. R.; BALBINO H. F. A Pedagogia do Esporte e os Jogos Coletivos. (2009) In: De Rose Jr., D. (Org.) Esporte e atividade física na infância e na adolescência: uma abordagem multidisciplinar. 2ª Ed.  pp.73-83. Porto Alegre: Artmed

     

    Por  LUCIMARA LORO, PEDAGOGA - FORMADA PELA PUC-SP, ESPECIALISTA EM GESTÃO,  PSICOPEDAGOGIA , EDUCAÇÃO INCLUSIVA E DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR

     

     

     

     

     

     

     

     

     

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square